Uma clara distinção é feita frequentemente entre mente e corpo. Mas quando se considera a saúde mental e saúde física, os dois não devem ser pensados em separado.

Uma pobre condição de saúde física pode ser conduzida a um risco aumentado de desenvolvimento de problemas de saúde mental. Da mesma forma, a má saúde mental pode ter um impacto negativo sobre a saúde física, levando a um aumento do risco de algumas condições.

Cuidados físicos e cuidados de saúde mental vinham sendo discutidos separadamente. No entanto, nos últimos tempos, os profissionais de saúde têm considerado cada vez mais o bem-estar psicológico ao tratar os sintomas físicos de uma condição clínica e vice-versa.

Como a saúde mental afeta a saúde física

Existem várias maneiras de mostrar que má saúde mental para ser prejudicial para a saúde física.

A depressão tem sido associada a:
• 67% maior risco de morte por doença cardíaca;
• 50% maior risco de morte por câncer.

Quanto está associada a esquizofrenia:
• dobra o risco de morte por doença cardíaca;
• três vezes o risco de morte por doença respiratória.

Isso ocorre porque as pessoas com problemas de saúde mental são menos propensas a receber os cuidados de saúde física que tem direito. Por isso, é tão importante o trabalho ofecido pelo Hospital Santa Mônica em que o paciente conta com o médico clínico atuando em conjunto com o psiquiatra. Assim, os pacientes recebem verificações de rotina (como pressão arterial, peso e colesterol), que pode detectar sintomas destas condições de saúde física anteriores. Eles também estão propensos a receber ajuda para deixar de fumar, reduzir o consumo de álcool e fazer ajustes positivos para a sua dieta.

Fatores de estilo de vida
Esses fatores de estilo de vida podem influenciar o estado de sua saúde física e mental.

Exercício Físico
A atividade física de qualquer forma é uma ótima maneira de mantê-lo fisicamente saudável, bem como melhorar o seu bem-estar mental. Pesquisas mostram que o exercício influencia na liberação e absorção de produtos químicos como a endorfina no cérebro que faz se sentir bem. Mesmo uma breve explosão de 10 minutos a uma caminhada rápida, aumenta a nossa agilidade mental, a energia e o humor positivo.
A atividade física é qualquer movimento do seu corpo que usa seus músculos e gasta energia. Desde cuidar do seu jardim a correr uma maratona, até mesmo formas suaves de exercício, podem melhorar significativamente a sua qualidade de vida. Para mais dicas sobre as maneiras em que você pode construir a atividade física em sua rotina.

Dieta
Uma boa nutrição é um fator crucial para influenciar a forma como nos sentimos. Uma dieta equilibrada e saudável é aquela que inclui quantidades saudáveis de proteínas, gorduras essenciais, carboidratos complexos, vitaminas, minerais e água. A comida que comemos pode influenciar o desenvolvimento, a gestão e a prevenção de inúmeras doenças mentais, incluindo depressão e Alzheimer.

Fumantes
Fumar tem um impacto negativo sobre a saúde mental e física. Muitas pessoas com problemas de saúde mental acreditam que fumar alivia os seus sintomas, mas estes efeitos são apenas de curto prazo.

Pessoas com depressão têm duas vezes mais probabilidade de fumar do que as outras pessoas.

Pessoas com esquizofrenia são três vezes mais propensos a fumar do que as outras pessoas.

A nicotina nos cigarros interfere com os produtos químicos em nosso cérebro. A dopamina é uma substância química que influencia sentimentos positivos, e é frequentemente encontrada a ser menor em pessoas com depressão. A nicotina aumenta temporariamente, os níveis de dopamina, mas também desliga o mecanismo natural do cérebro para fazer o produto químico. No longo prazo, isso pode fazer uma pessoa sentir como se eles precisassem de mais e mais nicotina a fim de repetir essa sensação positiva.

Condições de saúde a longo prazo e de saúde mental
A promoção da saúde mental positiva pode muitas vezes ser esquecido quando se tratar de uma condição física. A psoríase é uma condição em que os efeitos vão além dos sinais visuais e sintomas, impactando o bem-estar psicológico e qualidade de vida.

Psoríase
A psoríase é uma condição que é geralmente caracterizada por feridas escamosas vermelhas a superfície da pele, mas os seus efeitos ultrapassam os sinais e sintomas visuais.
A psoríase é uma doença auto-imune desencadeada normalmente pelo estresse. Afeta 1,8 milhões de pessoas no Reino Unido e pode ter impacto no bem-estar emocional, bem como física. No Brasil…

Até 85% sentem irritação com a sua psoríase

Aproximadamente um terço ansiedade experiência e depressão

1 em cada 10 admitem pensar em suicídio

1 em cada 3 experimentam sentimentos de humilhação sobre sua condição

1 em cada 5 relatório serem rejeitados (e estigmatizados), como resultado de sua condição

1/3 experimentam problemas com os entes queridos.

Os impactos físicos e psicológicos podem ser ciclicamente ligados: a condição pode causar sofrimento emocional que pode desencadear um surto de psoríase e, como resultado, causam mais sofrimento.
A psoríase também está fortemente associada com o risco de desenvolver outras condições de saúde. Entre 6% e 40% das pessoas com psoríase desenvolvem artrite psoriática – uma rigidez e inchaço das articulações que é dolorosa e pode levar a deformidade. Há também um risco aumentado de desenvolvimento de outros problemas, incluindo doença cardíaca, diabetes tipo 2 e depressão.

Fonte: Hospital Santa Mônica e Mental Health Foundation

Planos de Saúde

Vale Saúde
Unimed Intercâmbio
Unimed Federal
Unimed CT Nacional
Unimed ABC
Transmontano
SulAmérica
Sompo
Sinpeem
Sepaco
Saúde Caixa
Santa Amália
Sabesprev
Prodesp (GAMA)
Prime Saúde
Prevent Sênior
Plan-Assiste (MP FEDERAL)
Panamed Saúde
Omint
NotreDame Intermédica
Nipomed
Metrus
Mediservice
Medial
Master Line
Mapfre Saúde
Life Empresarial
Intermédica
Green Line
Gama Saúde
Fusex
EMBRATEL
Economus
Correios / Postal Saúde
Caixa Econômica Federal
Bradesco Saúde
Banco Central
APCEF/SP
AMAFRESP
Alvorecer Saúde
Aeronáutica
ABRASA
ABET
Ver todos
Consultas e Internação