Segundo notícia publicada neste dia 08 de fevereiro, no Jornal O Estado de São Paulo, uma menina de 7 anos morreu no último sábado depois de inalar desodorante, em São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo.

De acordo com a família, Adrielly Gonçalves participava do ‘desafio do desodorante’, que havia visto nas redes sociais, quando desmaiou e teve uma parada cardíaca.

O desafio, dizem os parentes da garota, consiste em inalar o desodorante e manter a boca fechada pelo máximo de tempo. A mãe da criança, Márcia Gonçalves, de 39 anos, conta que a filha passou a sexta-feira brincando na vizinha e à noite voltou para casa, onde ficou sob o cuidado dos irmãos mais velhos.

“Gostaria de alertar aos pais que fiquem de olho nos conteúdos que os filhos pesquisam na internet”, afirma o post sobre a menina “linda e muito amada”. “Peço que rezem, orem pela mãezinha dela, Marcia Gonçalves, pois ela está desolada. Uma tristeza que espero que nem uma mãe, pai familiar venha passar”, completa a mensagem.

A caçula estava prestes a começar os estudos no segundo ano do ensino fundamental. Ela tinha quatro irmãos mais velhos, de 23 anos, 17, 13 e 10. Era a única menina. Seu corpo foi velado e enterrado no domingo.

— Foi muito triste. Ela assistiu a um vídeo na internet e, na noite de sábado, aspirou o desodorante na boca, imitando o desafio. Segurou o ar, mas infelizmente deu parada cardíaca. Levamos para a UPA, mas ela já chegou lá em óbito — disse Lásara.

A madrinha da pequena Adrielly ressaltou a importância de os pais ficarem de olho no que as crianças veem na web, principalmente quando começam a imitar o que influenciadores digitais publicam nas redes sociais.

De acordo com a pasta, a paciente deu entrada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do União, no último sábado às 4h da manhã. Adrielly chegou a unidade com parada cardiorrespiratória, em estado grave. O Instituto Médico Legal (IML) irá apresentar um laudo, detalhando as causas da morte.

O psiquiatra do Hospital Santa Mônica, Claudio Duarte, esclarece que determinados produtos, dependendo da sua composição, ao serem inalados podem causar alucinação semelhante ao lança-perfume, além de parada respiratória. Possuem riscos severos ao sistema cardiorrespiratório e ao sistema nervoso central. Se a pessoa tiver problemas no coração, pode ocorrer uma morte súbita.

Claudio Duarte faz um alerta os pais para que orientem seus filhos quanto ao risco à saúde que esses produtos podem causar, bem como, a participação em jogos de desafios pela internet “conversa aberta com os filhos é o melhor caminho para evitar tragédias como essa”.

Fonte: Jornal O Estado de São Paulo e dr. Claudio Duarte, psiquiatra do Hospital Santa Mônica.

Veja também:

Dependência a Gás de Buzina

 

 

Planos de Saúde

Vale Saúde
Unimed Intercâmbio
Unimed Federal
Unimed CT Nacional
Unimed ABC
Transmontano
SulAmérica
Sompo
Sinpeem
Sepaco
Saúde Caixa
Santa Amália
Sabesprev
Prodesp (GAMA)
Prime Saúde
Prevent Sênior
Plan-Assiste (MP FEDERAL)
Panamed Saúde
Omint
NotreDame Intermédica
Nipomed
Metrus
Mediservice
Medial
Master Line
Mapfre Saúde
Life Empresarial
Intermédica
Green Line
Gama Saúde
Fusex
EMBRATEL
Economus
Correios / Postal Saúde
Caixa Econômica Federal
Bradesco Saúde
Banco Central
APCEF/SP
AMAFRESP
Alvorecer Saúde
Aeronáutica
ABRASA
ABET
Ver todos
Consultas e Internação