Título de Cidadão Itapecericano

Reforçando a máxima que diz: “Quem planta colhe”, o fundador do Hospital Santa Mônica, Dr. Romolo Bellizia, recebeu em dezembro de 2014, em sessão solene na Câmara Municipal de Itapecerica da Serra, o título de Cidadão Itapecericano, devido as importantes ações que realizou em prol da medicina para o País e para a cidade de Itapecerica da Serra.

O evento contou com a presença dos vereadores, ex-vereadores, secretários municipais, lideranças, sociedade civil e o prefeito Amarildo Gonçalves (Chuvisco).

O título de Cidadão Itapecericano é designado a indivíduos que não são nascidos na cidade, mas, de alguma maneira, contribuíram com ações importantes para o crescimento do local.

Dr. Bellizia fundou o Hospital Santa Mônica em 1969. Atualmente com 81 anos, continua trabalhando no hospital, pois sempre acreditou que “na saúde, atenção e carinho valem mais que qualquer medicamento”, como destacou no discurso de agradecimento.

Premiação do Trabalho de Pintura dos Pacientes

Por meio do trabalho realizado pelo Serviço de Terapia Ocupacional, que está inserido na dinâmica do paciente no Hospital Santa Mônica, é desenvolvido inúmeras atividades visando a promoção da qualidade de vida e estimular as habilidades de cada paciente.

As pinturas realizadas pelos pacientes foram reconhecidas no Concurso Nacional de Pintura e Poesia e publicadas no livro Arte Viver que tem o objetivo de valorizar vidas por meio da arte. O concurso foi realizado pelo Instituto Lado a Lado pela Vida, contou com o patrocínio cultural da Janssen-Cilag Farmacêutica Ltda. do Brasil e foi uma realização do Ministério da Cultura.

O projeto que estava na oitava edição no ano de 2015, teve a pretensão de levar a milhares de pacientes portadores de esquizofrenia e suas famílias, a oportunidade de participar em um concurso nacional de arte, seja por meio da pintura ou da poesia. E mais do que isso, a oportunidade de expressão, de integração e da incansável busca pela superação dos desafios do dia a dia.