O Hospital Santa Mônica atua com foco nas seguintes especialidades médicas:

• Cuidados em Saúde Mental (ambulatório e internações – quadros agudos e crônicos);
• Cuidados especializados em Dependência Química;
• Cuidados aos idosos (Geriatria);
• Cuidados nas mais diversas doenças que comprometem a autonomia do indivíduo (Alzheimer, doenças neurológicas incapacitantes, dentre outras);
• Suporte e cuidados paliativos em indivíduos com patologias sem possibilidades de melhora.

A equipe é composta por médicos clínicos e psiquiatras, enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem, psicólogos, nutricionistas, farmacêuticos, assistentes sociais, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais, professores de educação física, fonoaudiólogas, consultores em dependência química, entre outros. Todos voltados para a excelência no tratamento individualizado do paciente internado.

Nosso objetivo é acolher o paciente que muitas vezes se sente deslocado no mundo, com suas necessidades e dificuldades físicas e emocionais, proporcionando cuidados médicos, bem como da equipe multiprofissional, ajudando-o a se ressocializar e a resgatar vínculos afetivos. Reforçando suas habilidades e desenvolvendo sua potencialidade, visamos melhorar sua qualidade de vida.
Diariamente, o paciente será atendido por membros de nossa equipe, fará atividades terapêuticas e corporais, prazerosas e construtivas, conforme a grade terapêutica indicada para seu caso.

Receberá refeições fracionadas ao longo do dia, medicamentos conforme prescrição médica, fará os exames prescritos pelo corpo clínico, tudo voltado ao reestabelecimento de sua saúde física e mental. Buscamos novos recursos pessoais e ferramentas psíquicas para a reconstrução de laços através de adequado atendimento e orientação familiar.

Os atendimentos serão feitos individualmente e em grupo a fim de melhor atender às necessidades de cada paciente.

O hospital conta com Serviços de Medicina Diagnóstica para a realização de exames laboratoriais e de imagem, mas caso o paciente necessite recursos diagnósticos não existentes no hospital, será solicitado ao responsável pela internação a autorização para a realização em serviço terceirizado ou do convênio do paciente.

Durante o período de internação, será incentivada a participação dos pacientes nas atividades propostas da grade terapêutica, para acelerar o processo de recuperação e bem-estar do paciente.